INTEGRIA - Centro de Vivências

Apresenta o workshop:

A arte de liderar em circulo

com May East

Julho 17-18 , 2004 (fim de semana)

Picada Café, RS, Brasil

 

Este trabalho é um aprofundamento do Milionésimo Círculo e forma parte do Treinamento em Ecovilas 2004

Modulo -2 : Teia Social das Ecovilas
Abraçando Diferença, Tecendo Consenso, Facilitando Feedback e Celebrando Empoderamento

Em grupos verdadeiramente circulares, as diferenças são um sinal de saúde e um convite à criatividade.

Este workshop e dedicado ao desenvolvimento de habilidades para se trabalhar com diferenças em pequenos e grandes grupos no contexto de ecovilas, organizações e instituições.

Vamos aprender uma variedade de métodos e ferramentas simples que propiciarão inspiração renovada na liderança de grupos circulares.

Tópicos incluem:
* Como dar real boas vindas a diversidade;
* Compreensão das raízes da nossa resistência a conflito;
* Formas de aumentar participacao e dinamismo do grupo ;
* Abordagens criativas para trabalharmos com situações desafiantes;
* Trabalho interno;
*Trabalho com rank, privilegio e poder;
* Princípios básicos para se alcançar consenso.

Com um formato experiencial este modulo pretende, atraves de danças, cantos, círculos e fórum aberto re-despertar nosso espirito evolutivo, reafirmar nosso poder de transformação e elaborar estratégias de ação e mudança para a criação sem demora de uma cultura de sustentabilidade no Brasil e no mundo.

O MILIONÉSIMO CÍRCULO

A oficina O Milionésimo Círculo é baseada numa simples hipótese: quando um número crítico de pessoas muda a forma de pensar e se comportar, a cultura também muda e uma nova era se inicia.

O Milionésimo Círculo 2005 é também um movimento contemporâneo global para a criação de novos círculos e/ou o aprofundamento e transformação de círculos existentes em veículos de mudança social e psico-espiritual.

A iniciativa, que destaca as contribuições do mundo feminino como alternativa aos modelos culturais dominantes fundados no patriarcado, é também preparatória da 5a Conferência Mundial das Mulheres promovida pelas Nações Unidas em 2005.

UMA VIVÊNCIA PRIVILEGIADA

Através de um formato experiencial também aprenderemos jogos, cantos, danças, harmonizações e exercícios práticos desenvolvidos ao longo de 40 anos de existência da Comunidade Findhorn, para facilitar a emergência da confiança nos grupos e uma comunicação colaborativa.

Outros tópicos incluem: circulação de facilitação, agendas abertas, estabelecimento de terreno comum, planejamento criativo de eventos e reuniões produtivas.

APLICAÇÃO

O encontro pretende reunir profissionais de vanguarda e com liderança na área da educação e da rede de atendimento a crianças e adolescentes para, em regime de imersão e em contato direto com a natureza, criar uma rara oportunidade de interação e de vivência de valores, bem como de socialização de conhecimentos e métodos indispensáveis à transformação das nossas relações interpessoais, institucionais e sociais, com aplicação imediata em âmbitos como:

Na gestão organizacional, em que é marcante a tendência à utilização intensiva de grupos criativos no planejamento estratégico, na solução de problemas e no compartilhamento de tarefas.

Na gestão de políticas públicas, em que a co-gestão democrático-participativa entre sociedade civil e Estado é diretriz da Constituição da República e da legislação federal, como é o caso dos Conselhos paritários nas áreas da infância e juventude, da assistência social e da saúde, entre outras.

Na gestão da educação, em que o princípio legal da gestão democrática da escola foi uma conquista consagrada pela Lei de Diretrizes e Bases da Educação.

Na administração da justiça, em que se verifica a difusão de mecanismos de Justiça Comunitária e métodos participativos de solução de conflitos como a mediação e as Câmaras Restaurativas.

Em qualquer atividade profissional, pessoal, familiar ou comunitária, facilitando a interação de grupos com base na democratização e horizontalização dos processos decisórios (discussão e solução de problemas, planejamento participativo, administração de conflitos, gestão democrática, etc.).

May East

Brasileira, compositora, ecofeminista, educadora, conferencista internacional, mãe. Trabalha internacionalmente com o movimento da transdiciplinaridade, ecofeminista e movimento global das ecovilas. Há 11 anos mora na Comunidade Findhorn Foundation onde é atualmente membro do Conselho Diretor de Relações Internacionais entre a ONU e a Fundação Findhorn e a GEN - Global Ecovillage Network. May East e Coordenadora de Educação do Projeto de Ecovila de Findhorn.

Local:

O curso será realizado em regime de imersão no INTEGRIA - Centro de Vivências, em Picada Café distante cerca de 80 km de Porto Alegre. Trata-se de um local especialmente concebido e estruturado para sediar o aprendizado vivencial, para o desenvolvimento saudável e sustentável do ser humano.

Data: 17-18 de Julho, 2004

Investimento: R$ ____ até 15 de Junho (parcelável em 4 x R$ ou 5 x R$)

Vagas limitadas.

Informações e Inscrições

Tel: (51) 918 918 13

e-mail: integria@royalnet.com.br

www.integria.org